BEM-VINDO À REVISTA ESPÍRITA ASSEAMA

Recomeçar com Jesus

Relembremos essa passagem do Mestre quando da ressureição de Lázaro. (João cap.11, v.1:44)

“ Estava enfermo um certo Lázaro de Betânia… Após quatro dias do seu sepultamento, Jesus chega ao local… Marta, irmã de Lázaro, ouvindo que Jesus vinha, saiu-lhe ao encontro… Marta diz a Jesus: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido… Jesus responde: Teu irmão há de ressuscitar… Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá… Tendo pois, Maria, a outra irmã, chegado aonde Jesus estava, vendo-o, lançou-se aos seus pés dizendo-lhe: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido… Jesus pergunta: Onde o pusestes?  Disseram-lhe: Senhor, vem e vê… Chegando ao lugar, disse: Tirai a pedra… Tiraram, pois, a pedra de onde o “defunto” jazia. E Jesus, levantando os olhos para cima, disse: Pai, graças te dou, por me haveres ouvido. Eu bem sei que sempre me ouves, mas eu disse isto por causa da multidão que está em redor, para que creiam que tu me enviaste.  E, tendo dito isto, clamou com grande voz: Lázaro, sai para fora. E o “defunto” saiu, tendo as mãos e os pés ligados com faixas, e o seu rosto envolto num lenço. Disse-lhes Jesus: Desligai-o, e deixai-o ir. ” 

Quantas vezes, mortos por dentro, vencidos pela dor e tendo exauridas nossas forças, nos encontramos como Lázaro presos nas amarras que nos deixamos envolver. Cansados e nos sentindo sozinhos, nos lembramos então do Mestre. Sua imagem serena, seu olhar compassivo, suas mãos amorosas como que estendidas para nós, suas palavras e seus exemplos surgem vivos em nossa mente tocando nosso coração, então, tal como Lázaro ao ouvir a ordem do Senhor, nós também acordamos e saímos de nosso sepulcro. Lázaro estava “morto”, Jesus o chamou e ele o atendeu. Assim também, o Mestre nos chama a fim de que possamos reconstruir nosso destino espiritual, na oportunidade suprema do recomeço. 

Ouçamos o Mestre.