BEM-VINDO À REVISTA ESPÍRITA ASSEAMA

Pitu, a pequena que caiu do ninho

Arthur Barcelos conta no seu canal do YouTube uma linda história intitulada “Cuidando de um passarinho que caiu do ninho”.

Na véspera de Natal, sua mãe encontrou um pardal que havia caído do ninho. Embora fosse muito pequeno e estivesse machucado, estava vivo.

A família toda se envolveu. Alimentou-o, ensinou a procurar comida, tomar banho e até vir na mão quando era chamado. Pitu, nome dado, cresceu, ficou mais forte até voar mais alto e mais distante.

Na primeira noite que Pitu passou fora de casa, a mãe de Arthur nem conseguiu dormir. Mas ela voltava todos os dias para a família que a acolheu. Hoje, Pitu não mora mais com eles, mas ainda volta para visitar, embora goste mesmo é de voar!

No livro “Emmanuel”, de autoria do espírito homônimo e psicografado por Chico Xavier, o capítulo “Sobre os animais” nos revela que:

Os animais têm a sua linguagem, os seus afetos, a sua inteligência rudimentar, com atributos inumeráveis. São eles os irmãos mais próximos do homem, merecendo, por isso, a sua proteção e amparo.

O homem está para o animal simplesmente como um superior hierárquico.

A origem constitui, para o nosso relativo entendimento, um profundo mistério, cuja solução ainda não nos foi possível atingir, mas sabemos que todos os seres inferiores e superiores participam do patrimônio da luz universal.

“..Recebei, como obrigação sagrada, o dever de amparar os animais na escala progressiva de suas posições variadas no planeta. Estendei até eles a vossa concepção de solidariedade e o vosso coração compreenderá, mais profundamente, os grandes segredos da evolução, entendendo os maravilhosos e doces mistérios da vida.”