BEM-VINDO À REVISTA ESPÍRITA ASSEAMA

Os Oceanos

Teremos oportunidade de discutir nesta coluna e estudar juntos os oceanos que varrem o planeta e o tornam o planeta azul.

Ainda pouco conhecido do homem, os campos de evolução que guardam as águas são imprescindíveis para o desenvolvimento da consciência do espírito.

Observamos no livro Evolução em Dois mundos que os primeiros modelos físicos que receberam os espíritos em evolução, as amebas, estavam mergulhadas nas águas. 

A ciência atual tem inúmeros defensores que acreditam que os oceanos na Terra surgiram a partir de tempestades que duraram milênios. 

No Livro A Caminho da Luz, Emmanuel nos descreve quando fala a respeito da formação da Terra:

“… As vastidões atmosféricas são amplo repositório de energias elétricas e de vapores que trabalham as substâncias torturadas do orbe terrestre. O frio dos espaços atua, porém, sobre este laboratório de energias incandescentes, e condensação dos metais verifica-se com a leve formação da crosta solidificada.

É o primeiro descanso das tumultuosas comoções geológicas do globo. Formam-se os primitivos oceanos, onde a água tépida sofre comoção difícil de descrever-se. A atmosfera está carregada de vapores aquosos e as grandes tempestades varrem, em todas as direções, a superfície do planeta…”

Vemos, desta forma amigo leitor, que na poética descrição de Emannuel sobre o trabalho de Jesus verifica-se que a formação dos oceanos foi resultado de tempestades amplas. Descrição esta que vai de encontro com as hipóteses levantadas pelos cientistas nos últimos tempos. 

Precisamos aprender a nos curvar diante da majestosa força de amor e misericórdia do Cristo, e nos perceber humildes servidores de sua obra, respeitando e amando o domínio de Sua luz a refletir-se nos ainda misteriosos para nós continentes e oceanos da Terra.