BEM-VINDO À REVISTA ESPÍRITA ASSEAMA

Desafios pessoais para crescer

Saúde, bem tão precioso. Mais do que nunca, queremos preservá-la, especialmente neste momento difícil e de grande aprendizado pelo qual estamos passando. O medo de entrar, hoje, em um hospital, por qualquer motivo, não nos deixa analisar o que se passa individualmente lá dentro. 

Temos profissionais da saúde que estão há muito tempo expostos constantemente a vários tipos de patógenos e trabalham para auxiliar os pacientes. Atendentes, seguranças e outros profissionais que também estão em contato constante com o ambiente. Pacientes que sentem diversos tipos de sintomas e seguem tratamentos, cada um com sua particularidade e seus familiares que sofrem sem poder fazer nada. Tudo isso é ignorado no dia a dia.

De repente, você precisa estar ali, sem chance de fugir da situação e milhares de coisas passam por sua mente: “O que eu faço, meu Deus? Por favor, nos proteja, Senhor! Que não seja nada grave!” 

Mas é grave. Quem você ama e preservou durante toda a pandemia, ficará  internado. E você terá que acompanhar naquele lugar de onde tentou fugir. Ficará sem previsão de sair. O que fazer agora, Senhor?

É nessa hora que começa a cair a ficha. Não importa o que eu quero, mas o que Deus quer. Quer que eu aprenda, aprenda muitas coisas que não quis saber enquanto estava na minha zona de conforto. Que eu coloque em prática o que já aprendi, mas deixava para depois. Que eu seja humilde, pois dependo de tantos irmãos que nem conheço para cuidar de quem amo. 

São tantas coisas que preciso entender que me perco e desmorono. Olho ao redor, percebo que não posso, mas há tantos que dependem de mim. Entendo mais uma lição que Deus me passa: tirar forças da prece, da fé e de Jesus E, claro, seguir. 

A história pode ser nossa, de um amigo, de um vizinho, pequenos mundos nos quais a dor, o medo, a instabilidade se instalam. Homens e mulheres anônimos entram nas nossas vidas, trajados de enfermeiros, médicos, seguranças, zeladores. Ali estão nossos irmãos, nossa família, em cada uma dessas histórias está refletida a evolução de toda uma geração no Planeta de Regeneração. 

Agradeçamos a Deus por tudo, pois são etapas para nosso crescimento espiritual, mesmo que não consigamos entender de imediato. Oremos sempre, indistintamente, pois somos todos Seus filhos e Jesus orou por nós até o momento derradeiro. Que nossas preces se unam à egrégora do bem para que a humanidade esteja preparada espiritualmente para a regeneração.