BEM-VINDO À REVISTA ESPÍRITA ASSEAMA

Animais no Plano Espiritual

Em nosso trabalho continuo a favor dos animais, em estudo contínuo da Doutrina Espírita acerca da alma de nossos irmãos de jornada, muitos têm procurado esta instituição que é luz para todos nós, a fim de sanar as perguntas que afligem seus corações que sedentos, buscam a Doutrina Espirita através da Asseama. 

E dentre os muitos questionamentos, um dos mais assíduos é sobre a reencarnação dos animais. 

Diversos tem sido os argumentos que acompanham as perguntas, como o fato de acreditar-se que os animais reencarnem rápido, ou mesmo que permaneçam no antigo lar, após o desencarne, por 3 anos. 

Convidamos para juntos encontrarmos no Consolador Prometido as respostas a tranquilizar os corações. 

O Espírito André Luiz, através da psicografia de Chico Xavier, nos esclarece citando no livro Nosso Lar a presença de animais que, junto aos socorristas espirituais, auxiliam no resgate de irmãos em humanidade nas zonas umbralinas. Ivone Pereira, no livro Memórias de um Suicida, revela-nos a presença de cavalos que trabalham no resgate dos irmãos vítimas de si mesmos que cometeram suicídio. 

E sabiamente André Luiz, no Livro Evolução Em Dois Mundos, nos esclarece que os animais podem trabalhar no plano espiritual, estudar, obviamente assuntos pertinentes ao seu estágio de evolução, na dimensão do espírito, ou reencarnar mais rapidamente. 

Os trabalhos de psicografia da Asseama, que recebe notícias de animais que já desencarnaram, através de cartas ditadas por seus tutores espirituais, têm nos esclarecido cada vez mais sobre as atividades dos animais no plano do espirito, e demonstrado que o tempo de permanência na dimensão espiritual, em colônias espirituais, destes irmãozinhos que tanto amamos, é incerto, e por lá podem ficar mesmo por décadas, em alguns casos, porquanto evoluem eles, tal qual nós, nos dois planos de vida, e os tempos desta jornada são individuais, dependendo da necessidade de consciência de cada ser. 

Mas notamos também nas inúmeras cartas de amor que entregamos, um fato comum a todas: os laços de amor que com eles construímos são eternos e indestrutíveis, fazendo estes irmãos animais parte de nossa família espiritual por afinidade pela eternidade sem fim.