BEM-VINDO À REVISTA ESPÍRITA ASSEAMA

A fé move montanhas

Quando ele veio ao encontro do povo, um homem se aproximou Dele e, lançando-se de joelhos a Seus pés, disse: “Senhor, tem piedade do meu filho, que é lunático e sofre muito, pois cai muitas vezes no fogo e muitas vezes na água. Apresentei-o aos teus discípulos, mas eles não o puderam curar”.

Jesus respondeu, dizendo: “Ó, raça incrédula e depravada, até quando estarei convosco? Até quando vos sofrerei? Trazei-me aqui esse menino”. E tendo Jesus ameaçado o demônio, este saiu do menino que, no mesmo instante, ficou são. Os discípulos vieram então ter com Jesus em particular e lhe perguntaram: Por que não pudemos nós outros expulsar esse demônio? Respondeu-lhes Jesus: “Por causa da vossa incredulidade. Pois em verdade vos digo, se tivésseis a fé do tamanho de um grão de mostarda, diríeis a esta montanha transporta-te daí para ali e ela se transportaria e nada vos seria impossível.”  (S. Mateus, capítulo XVII (v. 14 a 20)

Jesus nos ensina que a fé possui poder a ponto de transportar montanhas mesmo que seja pequena como um grão de mostarda. Em Sua passagem pela Terra como homem, nos deixou o exemplo vivo da verdadeira fé, entregando Sua vida nas mãos do Pai Criador. 

Até nos vários milagres que realizou, o Mestre menciona muitas vezes a expressão: “a tua fé te curou”. E relembrando o Mestre na cruz, humilhado, com o corpo físico dilacerado pela crueldade da humanidade que veio salvar, mas iluminado pela aura angelical que O envolvia, levanta os olhos para o céu e deixa gravada em nossa memória suas últimas palavras: “ Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito.”

Ouçamos o Mestre: 

“… Pois em verdade vos digo, se tivésseis a fé do tamanho de um grão de mostarda, diríeis a esta montanha: transporta-te daí para ali e ela se transportaria e nada vos seria impossível.” 

(Mateus cap. XVII, v.14-20)