BEM-VINDO À REVISTA ESPÍRITA ASSEAMA

A Civilização Egípcia

Amigo leitor, dando continuidade à compreensão de como se construiu e desenvolveu o conhecimento espiritual na Terra, vamos embarcar juntos em uma viagem ao Egito, partir da nobre e iluminada descrição de Emmanuel no livro A Caminho da Luz, psicografia de Francisco Cândido Xavier. 

O conhecimento que possuíam nossos irmãos do Antigo Egito remonta às avançadas ciências do Sistema Estelar Capela. Degredados em busca de redenção, cientes dos compromissos de introduzir no Planeta Terra esta gama de informações, criaram sistemas para transmissão desse mesmo conhecimento. No entanto, a época não era compatível com a sofisticação destes conceitos, obrigando-os a utilização de métodos de seleção e aprovação gradual para os indivíduos que se interessassem neste aprendizado. Circunscritos aos templos, o acervo de tradições e instruções científicas e filosóficas permaneciam nesse ambiente reservado onde os aprendizes eram submetidos a inúmeros ritos de iniciação, onde deviam demonstrar capacidade e comprometimento, para serem dignos desta sabedoria. Graduados sacerdotes e sábios Egípcios mantinham em círculo restrito os conhecimentos mais profundos. Entendiam a inadequação dessas revelações espirituais, naquela fase do progresso terrestre. Tinham consciência do roteiro que a humanidade iria cumprir, assim pontuaram as informações que acreditavam ser de fácil absorção para a maioria do povo. Os grandes mestres Iniciáticos sabiam da existência do Deus Único e Absoluto, da função dos Espíritos Prepostos de Jesus na execução das Leis Físicas e Morais na vida planetária, em virtude de suas experiências pregressas. 

Emmanuel nos esclarece que desse ambiente reservado de ensinamentos ocultos, surgiu a ideia politeísta, dos numerosos deuses que seriam os Senhores da Terra e do Céu, do Homem e da Natureza. Politeísmo que se disseminou na Cultura Egípcia de então, influenciando outras civilizações a partir daí. Na sequência veremos a ciência além dos simbolismos dos egípcios e seu legado que perdura até hoje, abrindo as portas para o progresso espiritual gradual da humanidade. Até lá.