BEM-VINDO À REVISTA ESPÍRITA ASSEAMA

Fé na vida e no que virá…

As crianças são o futuro da humanidade. Quem nunca ouviu essa frase? Mas a afirmação tem um sentido muito maior do que imaginamos, quando é pronunciada. O futuro depende do presente. O que acontecerá lá na frente tem relação direta com o que fazemos hoje. Então, se as crianças são o futuro, é nossa responsabilidade cuidar delas. O que farão dependerá do que aprenderem agora. Será que estamos ensinando o melhor para elas? Vamos refletir sobre o que nos diz Emmanuel, no livro “Coletâneas do Além”, de Francisco Cândido Xavier:

“Cuidemos da criança, como quem acende claridades no futuro. Compareçamos, em companhia delas, à presença espiritual
do Cristo e teremos renovado o sentido da existência terrestre, colaborando
para que surjam as alegrias do mundo num dia melhor” 

As crianças são espíritos com grande bagagem armazenada, proveniente de suas vivências anteriores. Retornam ao plano terreno para continuar sua caminhada no aprimoramento moral e espiritual, com o auxílio inicialmente dos pais, na família, a quem foram confiadas para os cuidados de amor. No lar é que se forma o coração e o caráter. Pela educação, cuidemos de ensinar às crianças o importante para o futuro, fazendo brilhar em seus corações as lições do Mestre Jesus, com vistas à mudança da sociedade em uma nova humanidade, formando homens de bem.

Disse-nos Emmanuel: “Não olvides que a primeira escola da criança brilha no lar. Abre teu coração à influência de Cristo, o divino escultor de nossa felicidade, a fim de que o menino encontre contigo os recursos básicos para o serviço que o espera na edificação do Reino de Deus”. 

Crianças são como sementes. Colhemos o que plantamos, então plantemos nossas sementinhas em solo fértil. Sejamos o solo, rico em valores, respeito, amor e atenção. Evangelizar a criança é o caminho para que cresçam fortes, tendo sempre como guia nosso Mestre Jesus, o maior exemplo que já tivemos de amor e caridade. Se forem necessárias as devidas podas, que sejam feitas sem medo e reguemos sempre com o nosso melhor. Assim, com certeza, frutificará bem no futuro para que a frase que já ouvimos tanto seja justificada com uma humanidade apta aos novos tempos.

“A criança ainda é o sorriso do futuro na face do presente. Evangelizá-la é, pois, espiritualizar o porvir, legando-lhe a lição clara e pura do ensinamento cristão, a fim de que, verdadeiramente, viva o Cristo
nas gerações de amanhã”  

Francisco Spinelli (www.pensador.com)