BEM-VINDO À REVISTA ESPÍRITA ASSEAMA

Ele nasceu entre os simples

Nesta edição, falaremos sobre um pequeno trecho do livro “A Caminho da Luz”, psicografado por Francisco Cândido Xavier, espírito de Emannuel,
“A vinda de Jesus, capítulo 12, A Manjedoura”. 

Jesus faz parte de uma Comunidade de Seres Angélicos e perfeitos que já se reuniu nas proximidades do orbe terreno por duas vezes, no curso dos milênios: a primeira, na fase da criação do nosso planeta, e a segunda, quando se decidia a vinda do Senhor à face da Terra. 

Criador e governador do nosso planeta, tornou-se o exemplo vivo que iria conduzir a humanidade ao entendimento da vida espiritual e, pelo imenso amor que tem por todos nós, veio como homem para nos ensinar em sua trajetória divina a lição imortal do seu Evangelho. 

E tudo começa na manjedoura que acolheu o Mestre… 

Jesus nasceu sob o Reino Mineral, deitado no Reino Vegetal, observado pelo Reino Animal, sobre as mãos do Reino Humano para a salvação do Espírito! Ele nasce em uma manjedoura, Ele nasce entre todos
os reinos, Ele nasce sob o olhar das luzes superiores, Ele nasce sob
o olhar dos mais iniciantes espíritos e, ali, Ele nasce demonstrando
que veio para todos 

Nesse momento, Jesus lança na Terra os fundamentos da verdade inabalável que conduziria o futuro da humanidade, o futuro do Planeta Terra. Registra-se no nascimento do Cristo a mais profunda lição de humildade, mostrando que o homem precisaria olhar para tudo como parte da criação. A manjedoura assinala o ponto inicial da lição salvadora do Cristo.

Ouçamos o Mestre (Mateus, cap. XV, v. 28): 

“…Vinde a Mim, todos vós que estais cansados
e sobrecarregados, e Eu vos aliviarei