Por quê veganos não consomem mel?

queen-cup-honeycomb-honey-bee-new-queen-rearing-compartment-56876 O mel é proveniente da polinização das abelhas, que coletam néctar das flores e o transformam em um líquido viscoso e açucarado. Durante o verão, elas trabalham exaustivamente para produzirem alimento suficiente para o inverno, armazenando o mel em favos em suas colmeias.

O néctar das flores é similar à água com açúcar – sucrose – e, em contato com o sistema digestivo das abelhas, é transformada em frutose. Décio Gazzoni, pesquisador da Embrapa e membro do Conselho Científico da Associação Brasileira de Estudo das Abelhas (A.B.E.L.H.A.), afirma: “As abelhas são responsáveis pela polinização de plantas e são amplamente reconhecidas como as mais importantes para essa função em escala global.”. Além disso, elas polinizam de 50% a 80% dos vegetais que utilizamos.

Por quê os veganos não consomem mel? Pelo fato da crueldade que as abelhas sofrem ao serem submetidas ao processo de apicultura. Um exemplo é a fumigação, quando uma fumaça é jogada na colméia para facilitar o trabalho dos apicultores, e as abelhas ficam atordoadas ou morrem intoxicadas, além de morrerem queimadas pela alta temperatura da fumaça.

Além disso, as abelhas são animais que sentem dor, assim como qualquer outro. Segundo Gilberto Xavier, fisiologista e pesquisador da USP, “Os insetos possuem terminações nervosas similares às que nós, humanos, temos. Por isso, é razoável supor que eles possuem algum tipo de percepção sensorial equivalente ao que nós chamamos de dor. Além disso, o animal é capaz de fazer uma aprendizagem de esquiva, afastando-se de algo que lhe causa desconforto”

Outro fator importante relacionado às abelhas é sua extinção, uma vez que o número de abelhas só tem decaído a cada ano que passa. De 2012 para 2013, 53% das abelhas na Europa desapareceram, enquanto no Brasil, 30%. Apesar das abelhas não serem os únicos insetos polinizadores, são vitais em culturas como amêndoas, pepinos, morangos, entre outras.

Atualmente é possível achar diversas opções que substituem o mel das abelhas, como agave, xarope de milho e melado de cana. Esses produtos, além de gostosos, não fazem mal as abelhas, contribuem para o meio ambiente e são totalmente veganos.  

#cafeasseama #emporioasseama #vegan #crueltyfree

fonte: https://www.anda.jor.br/2013/12/mel-abelhas-veganos-nao-consomem/

Published by

Grupo Asseama

O Grupo ASSEAMA é uma organização espírita e vegana, sem fins lucrativos. Os animais são nossa razão de existir e é por eles que nos unimos a você. Todas as atividades da Asseama são voltadas ao amparo dos animais. Nossa missão é promover um Planeta em que os animais sejam reconhecidos como nossos irmãos.